terça-feira, 30 de julho de 2013

ELOGIO AOS HOMENS E MULHERES DE CONVICÇÕES


Uma pessoa de convicções é fanática e devemos fugir dos fanáticos.
Esta é uma visão cada vez mais predominante que, como acontece com boa parte das visões predominantes, está equivocada.
Devemos fugir dos fanáticos, porque só fazem bem a eles, pensando em si mesmos, incapazes de ouvir o outro. O fanático tem tanta certeza de suas convicções que até mata por elas, embora raramente morra por elas.
Diferentemente, uma pessoa de convicções é capaz de morrer por suas ideias, mas raramente se dispõe a matar por elas.
Uma pessoa de convicções é movida por amor, pelo que se sacrifica por quem quer alcançar.
Uma pessoa de convicções tem lágrimas nos olhos, nunca veneno neles.
Uma pessoa de convicções tem uma missão e quer levá-la até o fim; persistente, não desiste, mesmo depois de a maioria ter pulado do barco por causa do perigo das ondas.
Uma pessoa de convicções ama mais a vida do outro do que a sua própria.
Uma pessoa de convicções se assenta para ouvir o outro porque ela não se funda no acerto de suas convicções mas no amor.
Dá vontade tocar numa pessoa de convicções.
Precisamos de pessoas de convicções.

Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

sábado, 13 de julho de 2013

SOU PROMOTOR PARA A GLORIA DE DEUS!

Foto promoção
****** E fique ligado nos Acampamentos de Promotores de Missões Nacionais *******

RIO DE JANEIRO
De 2 a 4 de Agosto
Local: Acampamento Batista de Rio Bonito - RJ
Rodovia BR 101 - Km 267 - Rio Bonito - RJ
Participação Especial:
Pastor Fernando Brandão
Banda Juventude da PIB de Araruama
Coral da Cristolândia

Tel: (21) 2734-2652 / (21) 9693-6613 / (21) 7963-8396
E-mail: regionalrio@missoesnacionais.org.br
Valor de inscrição: R$ 115,00


SÃO PAULO
De 23 a 25 de Agosto de 2013
Local: Acampamento Batista "Mary Elizabeth Vaughan"
Rua Represa s/n° (em frente à represa do Marcelo)
Vila Miranda - Sumaré - SP
Tel: (19) 3873-1944

Valor de Inscrição: R$ 130,00

MINAS GERAIS
De 30 de Agosto a 01 de Setembro
Local: Acampamento Batista em Ravena
Participação Especial: Pr. Fernando Brandão, Coral Cristolândia, Atilano Muradas e Missionários

Oficinas:
Nova Geração e Pomovendo Missões
Planejamento da Campanha
Músicas Missionárias
Sou Voacionado. E agora?
Atividades de Impacto

Valor de Inscrição: R$ 140,00

ESPÍRITO SANTO
De 16 a 18 de Agosto
Local: Sítio Canaã -Acampamento da Igreja Batista da Orla
Próximo ao Aquamania - Guarapari - ES

Tel: (27) 3025-2816
E-mail: lucirene@missoesnacionais.org.br
Valor de Inscrição: R$ 80,00

Inscreva-se pelo endereço http://www.missoesnacionais.org.br/jmn/projeto.aspx?url=promotorjmn

sexta-feira, 12 de julho de 2013

CONDIÇÃO NÚMERO 1 PARA SER ABENÇOADO.


  • Prezados,
    Normalmente divulgo e procuro incentivar a prática da meditação nos lares "cultinho familiar" como chamávamos quando criança, apenas para o Grupo de adolescentes e pais de adolescentes CBRio, mas, a meditação de hoje é tão pertinente nos dias de tanto egoísmo que vivemos hoje, que resolvi compartilhar com todos meus amigos, até por quê, compartilhar bençãos, é uma prática de nossa amada CBRio.

    MEDITAÇÕES DIÁRIAS / CBRio
    12 de julho
    CONDIÇÃO NÚMERO UM PARA SER MUITO ABENÇOADO
    “Os seus descendentes vão formar uma grande nação. Eu o abençoarei, o seu nome será famoso, e você será uma bênção para os outros.” (Gn 12.2)

    Por que será que muitos não são ricamente abençoados, mas apenas abençoados com bênçãos comuns a todos? É porque não são bênçãos para os outros.
    Deus deixou bem claro a Abraão que ele seria abençoado de uma forma extraordinária para ser o cabeça de uma grande nação e ter o nome famoso na História. Havia, no entanto, uma condição. Ele deveria ser uma bênção para os outros. Em algumas versões aparece no imperativo: “Sê tu uma bênção”. Ele passou a compreender a vida e a vivê-la sob essa condição. Ele não poderia se apegar às coisas como se fossem somente suas, mas sim um meio para abençoar os demais. Ele viveu a verdadeira prosperidade.
    O mesmo princípio funciona ainda hoje. Quando pensamos só em nós e esquecemos os outros, não somos abençoados de forma extraordinária. Deus não deixa de nos dar o básico, o essencial, mas não damos passos além disso. O egoísmo é seriamente punido. Trata-se de uma lei espiritual muito clara nas Escrituras. Pessoas que fecham as mãos não retêm bênçãos; as que as abrem para outros, sempre estão recebendo de Deus muito mais. Não é à toa que os pão-duro são chamados de mão fechada ou mão de vaca.
    Cumpra a condição número um, ser bênção para outros, e colherá o melhor de Deus para a sua vida.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

ENCONTRO DE CASAIS PIBA ARARUAMA


Amados “BRANCOS”,

Estamos a menos de duas semanas para o próximo ENCONTRO DE CASAIS da PIBA.
Estamos contando com todos vocês para esta O B R A.
Aliás, quem deve estar realmente contando com vocês, é o próprio DEUS. A obra é Dele.
Mas, possivelmente, alguns dos irmãos que estão recebendo esta mensagem, podem encontrar alguma dificuldade até a data do evento  e ficarem-se impedidos de estarem lá no Ciep Brizolao 460 Thiophyla Bragança - R. Marquês de Santos, s/nº - Club Dos Engenheiros, Araruama - RJ,28970-000, de 20 de julho às 07:00h até 21 de julho às 18:00h.
Para tanto, estamos criando uma página na web, pra nos incentivarmos a um maior compartilhamento de idéias: http://ecpiba.blogspot.com.br/
Portanto, pedimos a ajuda de vocês para fazer chegar àqueles irmãos que vocês sabem o e-mail, 
pra que eles também, nos diga o que está faltando nesta página. 
Como, por exemplo, a agenda dos próximos eventos... etc, etc.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

“Louro, moreno, careca, cabeludo, rei, ladrão, polícia, capitão...”

      O objetivo deste rascunho é passear por suas perspectivas acerca de “missionários(as)” e sobre o que eles realmente são ou poderiam ser. Vamos?

         Para começo de conversa, você já respondeu a tão famosa pergunta: “o que você quer ser quando crescer?”. Acredito que a maioria de nós já. Agora, quantos de nós respondemos: “eu quero ser um missionário!”? Talvez tenhamos respondido, na famosa cantiga “quero ser um missionariozinho, pra falar de Cristo ao companheirinho(...).” Mas você não estava falando sério, né?

        Se você, como eu, cresceu em uma igreja evangélica, mais especificamente Batista, provavelmente teve o privilégio de conhecer muitos missionários na sua carreira cristã. Não sei se sou azarenta, mas as referências de missionários que tive não são muito apelativas aos meus olhos. Notem os seguintes perfis e seus hiatos:

#1 – Duro-feito-um-coco: um bom missionário, daqueles que são “uma benção” são os que passam os maiores perrengues. O compartilhar das necessidades e dificuldades tornam de alguma forma o testemunho ainda mais espiritual. Em que momento da história a igreja anexou espiritualidade à pobreza? Será que o missionário DEVE ser pobre e pedinte? 
        Missionários são homens e mulheres que trabalham para o único Deus e o tem como patrão de suas vidas.  Ele-que-tem-e-pode-todas-as-coisas é fiel e justo para prover para os seus. Futuros missionários, representem e apresentem corretamente aquele para quem você trabalha.

#2 – Coisa-de-mulher-homem-vira-pastor: Dispensa explicações, certo? Homens foram extintos na segunda colheita do “Éden”. As mulheres têm bailado em seus chamados para Missões e ido para campos com unhas e saltos. Entretanto, Deus tem propósitos para homens lá fora, no Brasil e no  mundo. Homens que nos lêem, não se deixem seduzir pelo glamour da igreja (risos).

#3 -- Proibído ser bonito(a): Missionários comprometidos usam tênis e blusas de projetos e suas instituições, não precisam estar com o cabelo bonito ou na moda, muito menos usar acessórios transados. Isso pode ser verdade, mas está mudando! Muitas pessoas hoje não almejam esta ocupação por não conseguirem se associar com este estilo de vida. 
        Se Deus está te chamando para o trabalho integral e você ama gel no cabelo, salto-altos, chapinha, maquiagem, calça skinny – Venha como estás pelo-amor-do-amor! Deus quer te usar com todo seu senso de beleza e moda, e talvez através deste, ele atrairá outros para o servirem como são.

#4 – Síndrome do Zé Miningite: Já ouviram a história do Zé Mininguite? Foi alguma “Revelação” do além sobre um cabra que tudo de ruim no mundo acontecia com ele (risos). Alguns missionários contam em suas visitas as igrejas todas as pragas que assolaram seu Egito. Todas essas pragas, sem o exílio. O que? Que vida miserável é essa sem alegrias ou aventuras? “É melhor ser alegre que ser triste, alegria é a melhor coisa que existe.” Por que tão triste servindo a um Deus tão bom? 
        Missões reserva a você, as pessoas mais interessantes que você poderia conhecer, as comidas mais diferentes e deliciosas, e os cenários mais inesperados. Como olhar para pragas, estando na terra prometida?

#5 – Síndrome Cazuza: “...por você eu largo tudo, carreira, dinheiro, canudo (...)” – É essa mesmo! Já ouviu missionários citarem a lista de ítens que deixaram para trás por amor a causa? 
        Imagino uma esposa tentando provar seu amor ao marido dizendo quantas coisas ela deixou para trás para estar com ele. Formas estranhas de amar. 
      Não digo que pessoas que seguem Jesus nos campos Dele não abrem mão de coisas. Mas será que isso deveria ser uma evidência pública da nossa entrega ou devoção? 
     Algumas dessas coisas que deixamos para trás, Deus na verdade poderia fazer bom uso hoje no seu ministério. Não deixe nada para trás que Deus não lhe mandar deixar para trás, e aproveite o que Ele trará para você adiante. Ele sempre nos supreende.

#6 – Último, mas não menos importante, o astro mais famoso em nosso meio, o Celibato: Quem no mundo começou essa história de missionários solteiros? Será que esse esteriótipo tem culpa neste cartório? 
      Deus permitiu que alguns missionários percorressem sua jornada sozinhos. Gostaria de afirmar que, em contra partida, muitos outros se casaram, mas não seria verdade. 
      Muitos vocacionados esperam encontrar alguém com o chamado exato que eles têm, e não se permitem conhecer nenhum outro tipo de “bicho”. 
     A sugestão é: confie no Senhor e se relacione como se você realmente acreditasse que Ele sabe o que é melhor para você e o que você precisa. (Mais sobre isso em um próximo rascunho.) 

      Não mate em você quem Deus criou, para ser o que os homens esperam de você como missionário(a). Deus está levantando você e usará tudo que você trás na mala: dons, talentos, chapinhas, conhecimentos, maridos, alegria, gel, arte, salto-alto, etc. Abuse e use!

Publicado em Sábado, 06 Julho 2013 02:10 no
http://jubaam.com.br/index.php/colunas/partiumissoes/170-estereotipo-missionarios
Escrito por Sarah Rodrigues
Missionária JMI - Manaus