segunda-feira, 26 de agosto de 2013

DEUS ESTAVA NO JOGO DE FUTEBOL


Terminado o jogo, os torcedores estenderam uma faixa.
Estavam felizes pela vitória do seu time.
A faixa, nas cores do seu clube, berrava:
"Deus é conosco".
Tive ímpeto de voltar e perguntar:
-- Se o nosso time tivesse perdido, vocês estenderiam a faixa assim mesmo?
Faltou oportunidade. Era preciso seguir o fluxo.
Gostei. "Deus é conosco".
Deus é conosco quando nosso time vence.
Deus é conosco quando nossa vida está vencendo.
Disto não temos dúvida.
Duvidamos quando experimentamos a derrota.
Duvidamos mais ainda quando as perdas vão se acumulando em nossas vidas.
Não devíamos.
Deus é conosco quando perdemos.
Quando vencemos, nem lembramos que ele lutou conosco e nos fez vencedores.
Quando perdemos, precisamos dele conosco e ele está ali.
É a presença dele conosco que nos faz ficar em pé de novo.
É a presença dele conosco que nos faz ver uma luz depois do túnel, um jardim ao lado do beco, um oásis sob a areia do deserto, um poste firme e seguro no medo do vendaval, um sentimento de que somos amados por ele, mesmo contra tantas evidências.
Estenda a sua faixa: "Deus é conosco".

Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

terça-feira, 30 de julho de 2013

ELOGIO AOS HOMENS E MULHERES DE CONVICÇÕES


Uma pessoa de convicções é fanática e devemos fugir dos fanáticos.
Esta é uma visão cada vez mais predominante que, como acontece com boa parte das visões predominantes, está equivocada.
Devemos fugir dos fanáticos, porque só fazem bem a eles, pensando em si mesmos, incapazes de ouvir o outro. O fanático tem tanta certeza de suas convicções que até mata por elas, embora raramente morra por elas.
Diferentemente, uma pessoa de convicções é capaz de morrer por suas ideias, mas raramente se dispõe a matar por elas.
Uma pessoa de convicções é movida por amor, pelo que se sacrifica por quem quer alcançar.
Uma pessoa de convicções tem lágrimas nos olhos, nunca veneno neles.
Uma pessoa de convicções tem uma missão e quer levá-la até o fim; persistente, não desiste, mesmo depois de a maioria ter pulado do barco por causa do perigo das ondas.
Uma pessoa de convicções ama mais a vida do outro do que a sua própria.
Uma pessoa de convicções se assenta para ouvir o outro porque ela não se funda no acerto de suas convicções mas no amor.
Dá vontade tocar numa pessoa de convicções.
Precisamos de pessoas de convicções.

Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

sábado, 13 de julho de 2013

SOU PROMOTOR PARA A GLORIA DE DEUS!

Foto promoção
****** E fique ligado nos Acampamentos de Promotores de Missões Nacionais *******

RIO DE JANEIRO
De 2 a 4 de Agosto
Local: Acampamento Batista de Rio Bonito - RJ
Rodovia BR 101 - Km 267 - Rio Bonito - RJ
Participação Especial:
Pastor Fernando Brandão
Banda Juventude da PIB de Araruama
Coral da Cristolândia

Tel: (21) 2734-2652 / (21) 9693-6613 / (21) 7963-8396
E-mail: regionalrio@missoesnacionais.org.br
Valor de inscrição: R$ 115,00


SÃO PAULO
De 23 a 25 de Agosto de 2013
Local: Acampamento Batista "Mary Elizabeth Vaughan"
Rua Represa s/n° (em frente à represa do Marcelo)
Vila Miranda - Sumaré - SP
Tel: (19) 3873-1944

Valor de Inscrição: R$ 130,00

MINAS GERAIS
De 30 de Agosto a 01 de Setembro
Local: Acampamento Batista em Ravena
Participação Especial: Pr. Fernando Brandão, Coral Cristolândia, Atilano Muradas e Missionários

Oficinas:
Nova Geração e Pomovendo Missões
Planejamento da Campanha
Músicas Missionárias
Sou Voacionado. E agora?
Atividades de Impacto

Valor de Inscrição: R$ 140,00

ESPÍRITO SANTO
De 16 a 18 de Agosto
Local: Sítio Canaã -Acampamento da Igreja Batista da Orla
Próximo ao Aquamania - Guarapari - ES

Tel: (27) 3025-2816
E-mail: lucirene@missoesnacionais.org.br
Valor de Inscrição: R$ 80,00

Inscreva-se pelo endereço http://www.missoesnacionais.org.br/jmn/projeto.aspx?url=promotorjmn

sexta-feira, 12 de julho de 2013

CONDIÇÃO NÚMERO 1 PARA SER ABENÇOADO.


  • Prezados,
    Normalmente divulgo e procuro incentivar a prática da meditação nos lares "cultinho familiar" como chamávamos quando criança, apenas para o Grupo de adolescentes e pais de adolescentes CBRio, mas, a meditação de hoje é tão pertinente nos dias de tanto egoísmo que vivemos hoje, que resolvi compartilhar com todos meus amigos, até por quê, compartilhar bençãos, é uma prática de nossa amada CBRio.

    MEDITAÇÕES DIÁRIAS / CBRio
    12 de julho
    CONDIÇÃO NÚMERO UM PARA SER MUITO ABENÇOADO
    “Os seus descendentes vão formar uma grande nação. Eu o abençoarei, o seu nome será famoso, e você será uma bênção para os outros.” (Gn 12.2)

    Por que será que muitos não são ricamente abençoados, mas apenas abençoados com bênçãos comuns a todos? É porque não são bênçãos para os outros.
    Deus deixou bem claro a Abraão que ele seria abençoado de uma forma extraordinária para ser o cabeça de uma grande nação e ter o nome famoso na História. Havia, no entanto, uma condição. Ele deveria ser uma bênção para os outros. Em algumas versões aparece no imperativo: “Sê tu uma bênção”. Ele passou a compreender a vida e a vivê-la sob essa condição. Ele não poderia se apegar às coisas como se fossem somente suas, mas sim um meio para abençoar os demais. Ele viveu a verdadeira prosperidade.
    O mesmo princípio funciona ainda hoje. Quando pensamos só em nós e esquecemos os outros, não somos abençoados de forma extraordinária. Deus não deixa de nos dar o básico, o essencial, mas não damos passos além disso. O egoísmo é seriamente punido. Trata-se de uma lei espiritual muito clara nas Escrituras. Pessoas que fecham as mãos não retêm bênçãos; as que as abrem para outros, sempre estão recebendo de Deus muito mais. Não é à toa que os pão-duro são chamados de mão fechada ou mão de vaca.
    Cumpra a condição número um, ser bênção para outros, e colherá o melhor de Deus para a sua vida.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

ENCONTRO DE CASAIS PIBA ARARUAMA


Amados “BRANCOS”,

Estamos a menos de duas semanas para o próximo ENCONTRO DE CASAIS da PIBA.
Estamos contando com todos vocês para esta O B R A.
Aliás, quem deve estar realmente contando com vocês, é o próprio DEUS. A obra é Dele.
Mas, possivelmente, alguns dos irmãos que estão recebendo esta mensagem, podem encontrar alguma dificuldade até a data do evento  e ficarem-se impedidos de estarem lá no Ciep Brizolao 460 Thiophyla Bragança - R. Marquês de Santos, s/nº - Club Dos Engenheiros, Araruama - RJ,28970-000, de 20 de julho às 07:00h até 21 de julho às 18:00h.
Para tanto, estamos criando uma página na web, pra nos incentivarmos a um maior compartilhamento de idéias: http://ecpiba.blogspot.com.br/
Portanto, pedimos a ajuda de vocês para fazer chegar àqueles irmãos que vocês sabem o e-mail, 
pra que eles também, nos diga o que está faltando nesta página. 
Como, por exemplo, a agenda dos próximos eventos... etc, etc.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

“Louro, moreno, careca, cabeludo, rei, ladrão, polícia, capitão...”

      O objetivo deste rascunho é passear por suas perspectivas acerca de “missionários(as)” e sobre o que eles realmente são ou poderiam ser. Vamos?

         Para começo de conversa, você já respondeu a tão famosa pergunta: “o que você quer ser quando crescer?”. Acredito que a maioria de nós já. Agora, quantos de nós respondemos: “eu quero ser um missionário!”? Talvez tenhamos respondido, na famosa cantiga “quero ser um missionariozinho, pra falar de Cristo ao companheirinho(...).” Mas você não estava falando sério, né?

        Se você, como eu, cresceu em uma igreja evangélica, mais especificamente Batista, provavelmente teve o privilégio de conhecer muitos missionários na sua carreira cristã. Não sei se sou azarenta, mas as referências de missionários que tive não são muito apelativas aos meus olhos. Notem os seguintes perfis e seus hiatos:

#1 – Duro-feito-um-coco: um bom missionário, daqueles que são “uma benção” são os que passam os maiores perrengues. O compartilhar das necessidades e dificuldades tornam de alguma forma o testemunho ainda mais espiritual. Em que momento da história a igreja anexou espiritualidade à pobreza? Será que o missionário DEVE ser pobre e pedinte? 
        Missionários são homens e mulheres que trabalham para o único Deus e o tem como patrão de suas vidas.  Ele-que-tem-e-pode-todas-as-coisas é fiel e justo para prover para os seus. Futuros missionários, representem e apresentem corretamente aquele para quem você trabalha.

#2 – Coisa-de-mulher-homem-vira-pastor: Dispensa explicações, certo? Homens foram extintos na segunda colheita do “Éden”. As mulheres têm bailado em seus chamados para Missões e ido para campos com unhas e saltos. Entretanto, Deus tem propósitos para homens lá fora, no Brasil e no  mundo. Homens que nos lêem, não se deixem seduzir pelo glamour da igreja (risos).

#3 -- Proibído ser bonito(a): Missionários comprometidos usam tênis e blusas de projetos e suas instituições, não precisam estar com o cabelo bonito ou na moda, muito menos usar acessórios transados. Isso pode ser verdade, mas está mudando! Muitas pessoas hoje não almejam esta ocupação por não conseguirem se associar com este estilo de vida. 
        Se Deus está te chamando para o trabalho integral e você ama gel no cabelo, salto-altos, chapinha, maquiagem, calça skinny – Venha como estás pelo-amor-do-amor! Deus quer te usar com todo seu senso de beleza e moda, e talvez através deste, ele atrairá outros para o servirem como são.

#4 – Síndrome do Zé Miningite: Já ouviram a história do Zé Mininguite? Foi alguma “Revelação” do além sobre um cabra que tudo de ruim no mundo acontecia com ele (risos). Alguns missionários contam em suas visitas as igrejas todas as pragas que assolaram seu Egito. Todas essas pragas, sem o exílio. O que? Que vida miserável é essa sem alegrias ou aventuras? “É melhor ser alegre que ser triste, alegria é a melhor coisa que existe.” Por que tão triste servindo a um Deus tão bom? 
        Missões reserva a você, as pessoas mais interessantes que você poderia conhecer, as comidas mais diferentes e deliciosas, e os cenários mais inesperados. Como olhar para pragas, estando na terra prometida?

#5 – Síndrome Cazuza: “...por você eu largo tudo, carreira, dinheiro, canudo (...)” – É essa mesmo! Já ouviu missionários citarem a lista de ítens que deixaram para trás por amor a causa? 
        Imagino uma esposa tentando provar seu amor ao marido dizendo quantas coisas ela deixou para trás para estar com ele. Formas estranhas de amar. 
      Não digo que pessoas que seguem Jesus nos campos Dele não abrem mão de coisas. Mas será que isso deveria ser uma evidência pública da nossa entrega ou devoção? 
     Algumas dessas coisas que deixamos para trás, Deus na verdade poderia fazer bom uso hoje no seu ministério. Não deixe nada para trás que Deus não lhe mandar deixar para trás, e aproveite o que Ele trará para você adiante. Ele sempre nos supreende.

#6 – Último, mas não menos importante, o astro mais famoso em nosso meio, o Celibato: Quem no mundo começou essa história de missionários solteiros? Será que esse esteriótipo tem culpa neste cartório? 
      Deus permitiu que alguns missionários percorressem sua jornada sozinhos. Gostaria de afirmar que, em contra partida, muitos outros se casaram, mas não seria verdade. 
      Muitos vocacionados esperam encontrar alguém com o chamado exato que eles têm, e não se permitem conhecer nenhum outro tipo de “bicho”. 
     A sugestão é: confie no Senhor e se relacione como se você realmente acreditasse que Ele sabe o que é melhor para você e o que você precisa. (Mais sobre isso em um próximo rascunho.) 

      Não mate em você quem Deus criou, para ser o que os homens esperam de você como missionário(a). Deus está levantando você e usará tudo que você trás na mala: dons, talentos, chapinhas, conhecimentos, maridos, alegria, gel, arte, salto-alto, etc. Abuse e use!

Publicado em Sábado, 06 Julho 2013 02:10 no
http://jubaam.com.br/index.php/colunas/partiumissoes/170-estereotipo-missionarios
Escrito por Sarah Rodrigues
Missionária JMI - Manaus

domingo, 23 de junho de 2013

TRANS PIAUI...

Vai acontecer em JULHO/2013, a TRANS PIAUI
VOCE NÃO PODE FICAR DE FORA...

Igrejas organizam caravanas para impactar o Piauí
(Segunda-feira, 17 de junho de 2013 - Site da JMN)
        Várias igrejas estão se preparando para levar caravanas para a Trans Piauí. Até o momento, a regional do Piauí confirmou a presença de grupos que sairão de cidades como Campos (RJ), Vila Velha (ES), São Luiz (MA), Imperatriz (MA), e também do Distrito Federal - de onde sairão dois ônibus.
        Essas igrejas foram mobilizadas em função da necessidade de haver uma grande ação evangelística que cause impacto no Piauí, que atualmente é o estado menos evangelizado do país. 
        A caravana que sairá de Campos ainda tem 10 vagas disponíveis, com custo de R$ 600,00 (incluindo inscrição, transporte, alimentação e hospedagem). Para participar com essa caravana, faça 
contato com: 
22) 9982-1291 / (21) 8151-1802 / (21) 6801-8327. 
Ou escreva para:

NA PIBA ARARUAMA FALE COM RICARDO CONCEIÇÃO 
email, ricardoc63@bol.com.br

 
Informações sobre a caravana
de Brasília na imagem abaixo:


segunda-feira, 17 de junho de 2013

QUAL A URGÊNCIA DE JESUS EM NOSSA VIDA??


Você pode pensar que vou aqui tecer mais um texto cheio de academicismo teológico, só que não...
Ontem pela manhã, antes de ir pra igreja, Khalipa que estava a espera do papai e mamãe aprontarem tudo para sair, senta à sua mesinha, abre uma bíblia e começa a falar: "Disse Jesus - filhinhos, amanhã vou morrer, mas depois de amanhã eu volto pra levar a minha igreja pro céu comigo, estejam prontos."

Quer mais teologia do que isso? Do alto de seus 4 aninhos, minha filha me mostra tão claramente a urgência de Jesus à nosso respeito.
Quero com este testemunho dizer que se você é igreja, não perca tempo com nada. Esteja pronto...

Blessings.

Pr. Roberto Carlos Carmona é missionário Batista na Africa

segunda-feira, 10 de junho de 2013

COMO CRIAR MAL UM FILHO, É INFALIVEL...

São dez maneiras fáceis de criar filho desajustado socialmente e moral­mente enfermo, um delinqüente no exato sentido do termo.
 1 - Comece na infância dar ao seu filho tudo o que ele quiser.Assim, quando crescer, ele acreditará que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que deseja.
 2 - Quando ele disser nomes feios, ache graça.  Isso o fará considerar-se interessante,
 3 - Nunca lhe de orientação religiosa. Espere até que ele chegue aos 21 anos e "decida por si mesmo".
      4 - Apanhe tudo o que ele deixa jogado: livros, sapatos, roupas. Faça tudo para ele , para que ele aprenda a jogar sobre os outros toda a responsabilidade.
      5 - Discuta com freqüência na presença dele. Assim não ficará chocado quando o lar se desfizer mais tarde.
      6 - Dê-lhe todo dinheiro   que ele  quiser. Nunca o deixe ganha seu próprio dinheiro.  Por que terá ele de passar pelas mesmas dificuldades por que você passou?
 7 - Satisfaça todos os seus desejos de comida, bebida, conforto.  Negar pode acarretar frustrações prejudiciais.
      8 - Torne o partido dele contra vizinhos professores, policiais (todos têm má vontade para com seu filho),
       9 - Quando se meter em alguma encrenca   séria dê esta desculpa: "Nunca consegui dominá-lo."
10 - Prepare-se para uma vida de desgosto. É o seu merecido destino.
OU FAÇA TUDO DIFERENTE E TENHA UM FILHO QUE VAI TE HONRAR PARA SEMPRE!

domingo, 9 de junho de 2013

"EU TENHO UM CHAMADO!"


      
       O objetivo deste rabisco é comunicar com você, que se considera vocacionado! Isso mesmo, que tem um chamado para o ministério. Se esse é você, se ajeite na cadeira e vamos nessa! Senão, clique e siga adiante ;)
       Muitos cristãos ao terem o primeiro olho-no-olho com Jesus, acabam provando de uma vontade de viver exclusivamente para Deus e seus projetos para alargar Seu território aqui na terra. É tipo seu primeiro mês de namoro, que você quer estar junto a toda hora, só fala dele(a), e parece nunca ter o bastante. Mas depois você acostuma e consegue falar sobre outras coisas, trabalhar em outras coisas, e até consegue ver o “Amor-de-um-mês” uma vez por semana.
       Já aconteceu com você, né? Isso é normal. Deus não te ama menos por isso e você não é menos especial por conta disso. Você é um mero “discipulo-lavado-doidoporJesus-felizdavida” como eu! Um desses que vive, come, dorme, trabalha e enquanto está fazendo tudo isso está re-linkando pessoas com o Criador. Fantástico! Curte esse chamado. Lave pés. Toque vidas.
       Agora, para outras pessoas, essa “vibe” nunca passou.         
       Aquela urgência de trabalhar 100% para Deus nunca foi embora e parece que se você não tomar uma decisão em ministério este mês, a vida não faz mais muito sentido. Eu sei como é! Talvez, você seja o alvo maior destas linhas.   
       Aqui vão algumas dicas de sobrevivência para você vocacionado:

#1 – Respire: Sério, respire! Há quanto tempo você não pára para respirar fundo sem pensar sobre o que você vai ser na vida? Sem pensar, onde Deus quer te levar? Que ministério Ele tem para você? : ) Por isso, com todo carinho, respire. Não seja consumido pelo que você não sabe. 

#2 – Data de expiração: O seu chamado não tem validade. Ele não vai expirar se você não for este ano para o campo missionário ou se não for conversar com o pastor sobre o seu plano missionário. Deus não tem pressa. Não bata cabeça por aí. Se Deus ainda não te deu instruição direta do que fazer ou sobre o que você vai ser, significa “keep it calm”! Fique tranquilo e saiba esperar. Existe a possibilidade de você não estar pronto para ouvir o que Ele vai te dizer. Prepare-se.

#3 – Xô Bicho papão:  Tente não fazer do seu chamado algo maior do que ele é. Deus pode te chamar para qualquer área do Seu projeto. Isso quer dizer que Ele vai usar o que você é, tudo o que você sabe fazer, e todas habilidades que Ele ainda vai te dar, para que outras pessoas o conheçam. É divino e espiritual, sim. Mas também é uma experiência profissional e humana. Seu patrão será o Senhor. Porque espiritualizar mais do que o necessário?

#4 – Planeje: Se você sabe o que vai ser quando crescer, planeje. Se Deus ainda não te contou, planeje também. O presente já é parte do seu futuro. Então planeje dentro das coisas que você está envolvido hoje, como utilizá-las no seu ministério. Dê propósito às coisas do presente, para que elas tenham relevância dentro do seu futuro ministério. Você vai precisar de ferramentas, acredite!

#5 – Vide Bula: Sim, conheça os riscos, as alegrias, as possibilidades, os projetos, os propósitos, as estratégias, os métodos rabiscados na Bíblia acerca do ministério de outros chamados, como: Moisés, Abraão, Paulo e outros. Quanto mais você souber sobre o chamado e as facetas de outras pessoas, mais chances você terá de descobrir sua paixão no trabalho de Deus e de ser direcionado por Ele.

       No mais, aproveite! Trabalhar para Deus é uma aventura cheia de surpresas. Viva isso com alegria e entusiasmo. Mal posso esperar para que você traga novos temperos à mesa dos “trabalhadores”.


Sarah Castro Rodrigues
Missionária 


sexta-feira, 3 de maio de 2013

"É ASSIM QUE SE VIVE" Uma homenagem à minha Mãe



Às 6 da manhã, como um relógio, ela ligava para a filha.


O dia seria duro e era necessário que orassem juntas.


E assim, manhã após manhã, durante 28 dias, como se fosse um relógio, às 6 horas da manhã, a mãe ligava para a filha no hospital.


O genro, no topo de uma carreira universitária, tivera um acidente vascular-cerebral de forte impacto.

Primeiro teve que lutar para sobreviver. A morte o cercou por 28 dias, no CTI, antes de o deixar.

Quando ele foi para o quarto, a sogra, sentada em sua cadeira de rodas, foi orar com ele.

Ela viu seus esforços fatigantes para reaprender a respirar, a se alimentar, a andar e a falar. Ela não viu o fim do processo.

A morte trocou de alvo e a levou.

Braços levaram seu corpo para a morada semifinal, mas a lembrança ainda conserva seu sorriso, seu companheirismo, seu cuidado para com os filhos, sua paixão pelos netos e bisnetos, sua confiança inabalável em Deus, seu compromisso em orar, seu prazer em cantar.

(Homenagem a Rubenita Silva do Nascimento, 1928-2013)

Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo"

PRIMEIROS PASSOS PARA UMA VIDA PLENA


Alguém que ainda não chegou ao Cristianismo, mas quer ler a Bíblia, me pergunta como.
Respondo:

1. Parta do princípio que a Bíblia é um livro escrito por homens, mas homens inspirados por Deus. Uma prova desta inspiração é que, embora escrita por autores diferentes em séculos diferentes, ela não se contradiz.

2. Dispa-se da modernidade, para não julgar o passado à luz do presente, porque o presente não é o melhor dos tempos. Não pense que os hábitos contemporâneos estejam lá, porque não estão. No passado, por exemplo, não se preocupavam com a autoria de um livro. No passado, por exemplo, o que contava era a comunidade, não o indivíduo.

3. Saiba que a Bíblia tem textos descritivos e textos prescritivos. Os primeiros (descritivos) contam histórias, transcrevem orações. O fato de estarem ali não os torna normativos. Os comportamentos descritos não devem ser necessariamente imitados. Os seguintes (prescritivos) contém instruções para uma vida sábia e santa.

4. Pegue uma tradução que tenha um vocabulário próximo do seu. Temos três excelentes em nossa língua: a Nova Versão Internacional (NVI), a Biblia na Linguagem de Hoje (NTLH) e a Mensagem, de Eugene Peterson.

5. Lembre-se que Deus se revela progressivamente, aos poucos, na cultura dos primeiros leitores, para que pudessem entender. O retrato de Deus vai ganhando contornos cada vez mais claros e belos. Este retrato encontra seu apogeu em Jesus Cristo.

6. Comece com Jesus. Principie pela história de Jesus. Então, comece pelo Evangelho de Marcos, com seus 16 capítulos. Depois, leia a carta do apóstolo Paulo aos Filipenses. Continue lendo. Seus olhos vão brilhar. Seu coração vai se encher de alegria.


Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

sábado, 13 de abril de 2013

OS EMOCIONALMENTE CANSADOS II

O inabalável amor de Deus não nos protege de eventos tristes e que nos atingem dolorosamente. O inabdicável amor de Deus não nos poupa do divórcio. O inalterável amor de Deus não nos poupa de todos os acidentes de carro ou de avião. O incomparável amor de Deus não nos poupa de ter um filho que se desvia para o álcool ou para a droga ou para a preguiça. O incontrolável amor de Deus não nos poupa da doença, a nossa ou de uma pessoa querida. O ilimitável amor de Deus não nos poupa do desemprego. O imbatível amor de Deus não nos poupa de frustrações. O imensurável amor de Deus não nos poupa de ficar cansados.
O imponderável amor de Deus não nos exime de nossas responsabilidades. O divórcio é uma produção humana do casal ou de um deles, seja por infidelidade, crueldade ou leviandade. O inabdicável amor de Deus não se assenta ao volante de um veículo, o nosso ou daquele que cruza conosco. O incorruptível amor de Deus não tira a responsabilidade quem se afunda no vício. O indeclinável amor de Deus não dirige empresas que empregam e desempregam, nem preenche currículos. O inegável amor de Deus não evita que tenhamos parentes-serpentes ou amigos-escorpiões. O inesquecível amor de Deus não impede que tenhamos relacionamentos desgastantes. O inexaurível amor de Deus não nos supre sempre de boas companhias, bons amores ou boas amizades.
O infalível amor de Deus estará conosco na vida conjugal para que não haja divórcio, mas, se houver, também estará conosco, havendo arrependimento e confissão. O infindável amor de Deus, que está sempre vigilante, nos poupa de muitos acidentes, segundo a sua soberania e misericórdia, embora não escreva manchetes para ficarmos sabendo como e quando se aconteceu. O inquebrantável amor de Deus está pronto a receber o filho pródigo, por mais dependente que esteja do que não deveria estar, e apoiar a família que espera pela volta do filho que partiu para longe. O invencível amor de Deus percorre conosco o labirinto do sucesso profissional, para nos orientar. O invulnerável amor de Deus nos livra dos venenos que amigos e parentes nos lançam goela a dentro. O irretocável amor de Deus nos ensina a viver com as pessoas como elas são, com sabedoria divina, com paciência divina, com perdão divino. O irreversível amor de Deus nos faz companhia quando nos faltam as de carne e osso.


Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

OS EMOCIONALMENTE CANSADOS I

O cansaço emocional é muito difícil de ser tratado porque o primeiro passo, que é reconhecer a dificuldade em toda a sua extensão, é muito difícil de ser dado.

Se sofremos de algum transtorno psíquico, nosso primeiro passo é reconhecer a nossa enfermidade, sim, enfermidade, com este nome, e buscar um profissional para que haja um diagnóstico e um tratamento. Depois nos caberá continuar com os cuidados prescritos, sejam eles por meio de psicoterapia ou de remédios a serem tomados regularmente.
Sem estes cuidados, até o toque suave de uma brisa nos deixa cansados. Imagine um ataque... Há dores que o remédio não cura, mas há sofrimentos que o remédio pode pôr fim, e às vezes sem nenhum efeito colateral.
Se somos daqueles que nos cansamos de tanto nos agitar, memorizemos este versículo, repetindo-o sempre para nós mesmos:

“Parem de lutar! Saibam que eu sou Deus!
Serei exaltado entre as nações, serei exaltado na terra.
O Senhor dos Exércitos está conosco;
o Deus de Jacó é a nossa torre segura”.
(Salmo 46.10-11).

Todas as nossas lutas são lutas de Deus. Crer nisto é repousante.
A difícil tarefa para quem não se sente amado é saber que, mesmo não se sentindo, é amado por Deus. Ele não entregaria seu Filho para morrer por alguém a quem não amasse. É até possível que você tenha sido rejeitado, até mesmo desde o ventre. Você não pode mudar isto, mas você pode amar a você mesmo, você pode se deixar amar por outras pessoas, você pode se deixar amar por Deus. Vale a pena crer como o profeta Miquéias: "Quem é comparável a ti, oh Deus, que perdoas o pecado e (...) tens prazer em mostrar amor" (Miquéias 7.18). A vida vale a pena.


Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

Devocional da Anninhah...


Oi lindos! 
Então, eu estava agora fazendo minha devocional e o texto de hoje mexeu bastante comigo e decidi compartilhar (colocando alguns pontos meus, haha).
A leitura bíblica é Atos 14:1-22 e fala sobre anunciar o evangelho mesmo em meio a tribulações. No finzinho do texto Paulo é apedrejado e despejado da cidade de Listra e posteriormente volta a cidade. 

Mesmo tendo passado por isso, podemos ver que viver debaixo das asas de Deus nos dá força o suficiente para voltarmos ao lugar de perseguição e falarmos ainda mais do amor do nosso Pai. E quando vemos Paulo e Barnabé, depois de sofrerem tudo isso, incentivando os discípulos a perseverarem na fé dizendo "em meio a muitas tribuções nos é necessário entrar no reino de Deus", nos sentimos mais fortes, na graça e no amor de Deus, para vivermos a nossa missão. 

Eu acredito que estamos vivendo em tempos de guerra e, como cristãos, devemos estar preparados para isso. Mas não preparados com 10 pedras na mão mas preparados com a Palavra de Deus e com o amor que Ele nos ensina a ter. Agindo assim, mostraremos aos outros uma bela demonstração de paz, misericórdia e perdão de DEUS.

Que nossa família possa ser uma luz no meio dessa guerra e que possamos, acima de tudo, honrar e glorificar a Deus através das nossas ações com AMOR. E lembrando que a alegria de estar na glória compensará o desconforto que é viver no mundo que jaz no malígno. Eu amo vocês ♥

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Notícias do campo missionário - Hugo e Talvania


Carta Missionária
Tirana-Albânia, Abril de 2013
...e até os confins da terra". Atos 1.8
Amado irmão(a),
Paz
Alegramo-nos em Cristo, nosso Senhor, pelas vitórias que temos nEle. Alegramo-nos ainda por termos você nos ajudando com suas intercessões e ofertas de amor.  
 
Começamos a realizar o culto dominical em Zallmner, e o primeiro culto oficial foi dia 31 de março, quando comemoramos a ressurreição do nosso Mestre e Senhor Jesus. O grupo na foto é o grupo que frequentemente tem ido aos trabalhos da missão, um grupo de cinco convertidos e uns dez interessados no evangelho, entre jovens e adultos.  Além desses, há um número de umas quinze crianças assíduas no sábado, quando acontece a escola bíblica para as mesmas.  Após o culto foi oferecido um pequeno lanche para os convidados, aliás, este momento em especial serviu para descontração, bate papos e estreitamento de laços de amizade.
A missão fez uma programação especial para as mulheres e mães da comunidade no dia 08 de março.  Aqui o dia das mães é o mesmo para o dia internacional das mulheres.  Foi uma ocasião especial onde elas puderam ouvir sobre sua importância para Deus e como Ele as ama.  
Recebemos no início do mês o nosso coordenador estratégico para os Balcãs, pr Joed Venturine de Souza.  Foi uma bênção ter tido a presença dele conosco para conversas, avaliações,esclarecimentos e oração.  O pr. Joed tem nos ajudado muito com sua experiência e conselhos.  
O projeto de escolinha de futebol tem agora mais de 50 crianças entre 11 e 14 anos matriculadas.  As aulas acontecem três vezes na semana, mas por enquanto, apenas por uma hora.  Temos nos alegrado por podermos ver alguns dos meninos indo, vez por outra, à missão.  Que estes meninos possam conhecer e se render a Cristo, o Senhor, é o nosso grande desejo.
Nós ficamos por aqui, certos de que o Senhor está cuidando de você.  Nossa oração sempre por você é para que seja uma grande bênção no Reino e para que todas as suas necessidades sejam supridas em Cristo.  
Um grande abraço,
Família missionária na Albânia,
Pr. Hugo, Miss. Talvânia, Noemi e Amós
Por favor, ore:
*Pela nossa saúde.
*Pela escolinha de futebol, para que haja fruto desse trabalho.
*Pelos obreiros da terra.  
*Pelo trabalho em Zallmner, que muitos cheguem ao conhecimento da verdade, entregando suas vidas a Cristo Jesus.
*Pela caravana que virá em junho e julho.



domingo, 31 de março de 2013

ELE É O MEU REI!!

http://www.youtube.com/watch?v=q-JMxjYfHm0&sns=em

Assista e conheça o Meu Rei!!
Tenha uma dia abençoado!
Cristo já ressuscitou!

ELE É MEU REI!!



 A bíblia diz que o meu rei é o Rei dos Judeus.
Ele é o Rei de Israel.
Ele é o Rei da Justiça.
Ele é o Rei das Épocas.
Ele é o Rei do Céu.
Ele é o Rei da Glória.
Ele é o Rei dos Reis e Ele é o Senhor dos Senhores.
Esse é o meu Rei.
Queria saber... Você o conhece?
Meu Rei é o Rei sobrerano.
nenhum meio de medida pode definir o seu amor sem limites.
Ele é eternamente forte, é totalmente sincero.
É eternamente firme.
É imortalmente gracioso.
É imperialmente poderoso.
É imparcialmente misericordioso.
Você o conhece?
Ele é o maior fenômeno que já atravessou o horizonte desse mundo.
Ele é o filho de Deus.
Ele é o Salvador dos pecadores.
Ele é a peça central da civilização.
Ele é inigualável.
Ele é imcomparável.
Ele é a idéia mais elevada da literatura.
Ele é a maior personalidade da filosofia.
Ele é a doutrina fundamental da verdadeira teologia.
Ele é o único qualificado para ser o Salvador todo suficiente.
Será que você o conhece hoje?
Ele dá força aos fracos.
Ele é disponível para os tentados e julgados.
Ele se compadece e salva.
Ele fortalece e sustenta.
Ele guarda e guia.
Ele cura os feridos.
Ele curou os leprosos.
Ele perdoa os pecadores.
E liberda devedores.
Ele liberta os cativos.
Ele defende os oprimidos.
Ele abençõa os jovens.
Ele serve aos necessitados.
Ele estima os idosos.
Ele recompensa os diligentes e embeleza os humildes.
Será que você o conhece?
Ele é a chave do conhecimento.
Ele á fonte da sabedoria.
Ele é a porta do livramento.
Ele é o caminho de paz.
Ele é a estrada da justiça.
Ele é a rodovia da santidade.
Ele é o portal da glória.
Você o conhece?
Bem, sua luz é incomparável.
Sua bondade é ilimitada.
Sua misericórdia é eterna.
Seu amor nunca muda.
Sua palavra é completa.
Sua graça é suficiente.
Seu reinado é justo.
E o jugo é suave, e o seu fardo é leve.
Gostaria de descrevê-lo para vocês: Ele é indescritível!
Ele é imbatível.
Ele é irresistível.
Não se consegue tirá-lo da cabeça.
Não se pode soltar da sua mão.
Não se pode viver mais que Ele, e não se pode viver sem Ele.
Os fariseus não o suportavam, mas descobriram que não podiam impedí-lo.
Pilatos não podia lhe acusar.
Herodes não pode matá-lo.
A morte não o pode dominar e o túmulo não conseguiu lhe segurar!
Sim!!! Esse é o meu REI!


Repassando os passos de Jesus V

O ÚNICO SÁBADO
Era sábado.
Depois da última sexta-feira, era dia de luto.
A partida doeu em Maria, nos irmãos dele, nos amigos dele, nos admiradores dele, mas doeu mais em Maria, porque é maior a dor de uma mãe que sepulta o filho.
Doeu também no Pai, mas o Pai sabia que a história não tinha terminado.
Para Maria, Pedro, João e todos os amigos, a história tinha terminado.
O sábado começou quando eles deixaram para trás o túmulo trancado. (Era sábado, mas nos outros calendários ainda era sexta-feira, a noite chegando.)
Todos os lutos são longos, mas o de Jesus parecia encerrar a esperança. Era um vazio eterno.
Na sexta-feira, ainda havia alguma esperança, de que Deus desse um jeito e o livrasse da morte. Não livrou.
Agora era tempo de apenas chorar o fim dos sonhos, das promessas e das possibilidades.
Nada fizeram no sábado, senão chorar.
Mas houve quem trabalhasse no sábado: foram os executores de Jesus, que decidiram reforçar a segurança do sepulcro, para que ninguém o abrisse, de fora para dentro. Está nos evangelhos.
Não foram os únicos. O Pai de Jesus trabalhou também. Não está nos evangelhos.
Faz parte da imaginação. Ele reuniu o seu pessoal e deu as instruções.
O Espírito Santo sopraria o hálito da vida. Um anjo desenrolaria a roupa mortuária. Outro anjo removeria a pedra, de dentro para fora. Outro ficaria de lado de fora para avisar os desavisados que o procurassem dentro do túmulo.
Ficou tudo acertado ainda no sábado, mas seria preciso esperar o domingo.
Quando Deus quer fazer, não há nada (nem a morte) nem ninguém (com todo o poder que tenha) que o possa impedir.

Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

sexta-feira, 29 de março de 2013

Relembrando os passos de Jesus IV

A ÚLTIMA QUINTA-FEIRA
Quinta-feira foi a noite da decisão.
E a decisão -- como deve ter com todas as coisas importantes -- foi tomada durante a oração, banhada em lágrimas de sangue.
Um pouco antes, tinha deixado a aula final aos seus alunos, quando lavou os seus pés, toalha na cintura, como se fosse um escravo.
Depois desceu com eles para o jardim do Getsêmani, perto do rio Cedrom, do lado de fora das muralhas de Jerusalém.
Ajoelhou-se de corpo inteiro.
Era quinta-feira.
Orou, primeiramente de modo suave. Orou, depois mais intensamente. Orou, por fim em total angústia.
Eram dois os seus pedidos: que Deus lhe livrasse da morte (o lugar da crucificação estava mais acima, escondido pelas oliveiras) e que a vontade de Deus, não a dele, prevalecesse.
Venceu a vontade de Deus e a humanidade pode desde então agradecer pela cruz que Jesus carregaria e sob a qual vergaria na tarde seguinte.
O Getsêmani é o jardim da decisão, a mais difícil para Jesus e a mais importante para os seres humanos.
O Getsêmani nos convida a pensar em como tomamos nossas decisões. Com o sangue da seriedade, como o vertido por Jesus, ou com o sono da superficialidade, como o dormido pelos discípulos de Jesus.
Era quinta-feira.
Precisamos de mais quintas-feiras em nossas vidas.


Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

quarta-feira, 27 de março de 2013

Relembrando os passos de Jesus III

A ÚLTIMA QUARTA-FEIRA
Era quarta-feira.
Jesus está em Betânia, colada em Jerusalém, terra de pouca gente. Uma delas era Simão, ex-leproso mas ainda conhecido como se fosse um leproso. Deu uma festa. Jesus, que não tinha preconceito, aceitou o convite e ainda levou alguns discípulos, o traidor entre eles.
Pelo meio do jantar, entra uma mulher. Ou não fora convidada ou ninguém a notara.
Tem na mão um vaso. Era um vaso de alabastro, um tipo de pedra clara usada também em esculturas e mesmo em construções. Tinha um gargalo alongado. Estava cheio de nardo, um perfume muito caro, quando não era falso.
A mulher se aproxima com o vaso na mão. Olha para Jesus e deseja homenageá-lo. Simão, o anfitrião, devia ter feito isto, mas não o fez. Fazia parte da arte de receber bem, mas o dono da casa se descuidou ou não o desejou. Talvez os anos de interdição por causa da enfermidade o tenham deixado um pouco insensível.
Aquela mulher não perdera a sensibilidade.
Seria preciso quebrar o gargalo. Sem que ninguém percebesse, arrebentou o seu vaso na ponta e, carinhosamente, derramou o nardo original sobre a cabeça de Jesus.
Era quarta-feira.
Ninguém aprovou, exceto Jesus.
Jesus aprovou o gesto daquela mulher. Era gesto de quem vivia intensamente. Era gesto de quem tinha o sentido da missão. Era gesto de quem amava o que fazia. Era gesto de quem sabia que todos deixamos memórias.
Ela deixou uma lembrança boa.
Acontece também conosco. Quando distribuímos nossos melhores frascos de perfume, Jesus nos aprova também.


Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

Relembrando os passos de Jesus II

A ÚLTIMA TERÇA-FEIRA
Era terça-feira.
Jesus está em Jerusalém, misturado aos 40 mil habitantes da cidade e os outros 100 mil peregrinos, vindos de todos os lugares do mundo para a celebração da Páscoa.
Eles ouvem atentamente os que se apresentam como dentro da Lei divina, profissionais do ensino da Torah e de outros livros de respeito.
Jesus era um professor, mas não era contado no grupo. Vindo de obscuras cidades da Galileia, região de onde não se esperava sabedoria, era considerado um fora-da-Lei. Era, na verdade, um apaixonado por aquilo que era libertador na Lei divina, não por aquilo que aprisionava e aterrorizava as pessoas.
Ele gostava de uma frase da Lei divina, que dizia: "Ame o seu próximo como a si mesmo" (Levítico 19.18).
Então, questionado por um mestre dessa Lei, não só repetiu o mandamento como o colocou no topo. Era mais importante que dar o dízimo. Era mais valioso que guardar o sábado. Era mais santo que amar a Deus.
Quando viu os mandamentos organizados em sábia hierarquia por Jesus, o mestre assentiu com a cabeça e com a voz. Havia um sorriso de satisfação nos seus lábios, ao se sentir aprovado.
Era terça-feira e, antes que o sol se pusesse, o mestre ficou com o rosto crispado quando o recém-chegado de Cafarnaum lhe ditou a sentença:
-- Você não está longe do Reino de Deus.
Quem está perto e não dá o último passo está longe.
Quem sabe e não pratica o que sabe está longe de uma vida que vale a pena.
Está longe quem faz todas as coisas, mas não se empenha em fazer a mais importante.


Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo


Relembrando o os passos de Jesus

A ÚLTIMA SEGUNDA-FEIRA
Era segunda-feira.
Jesus chega a Jerusalém. No templo, os sacrifícios, reguladas pelos cânones de então, continuam a pleno vapor, poucos dias faltando para a celebração da Páscoa.
Judeus do mundo inteiro superlotam e alvoroçam a cidade.
Jesus devia estar feliz, mas não está. Sabe o que o aguarda. Chora ao ver o que fizeram com a religião.
O que ele quer é que a religião seja um espaço de convite para a reflexão, não um lugar de troca, como se fosse um mercado. As bênçãos estão à venda, mas bênçãos compradas não são bênçãos de Deus.
Era segunda-feira.
Crianças entram correndo pelo templo, cantando. Ele se alegra.
Hoje precisamos de mais crianças correndo pelos corredores e púlpitos das nossas igrejas, tirando do sério os sérios.
Hoje precisamos de pastores que anunciam que os sacrifícios acabaram porque não conseguem nos fazer melhores; quem nos faz melhores é a graça de Deus sem custo para nós.
Hoje precisamos de homens e mulheres que adoram a Deus sem esperar nada em troca.
Era segunda-feira.
Então, a noite chegando, Jesus volta a pé para Betânia, perto dali, para descansar.
Terá dormido?


Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo

sábado, 16 de fevereiro de 2013


Carta Missionária
Tirana-Albânia, Dezembro de 2012
Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra". Atos 1.8
Como vai, querido irmão/a?
Oramos, sinceramente, ao Pai do céu para que você esteja bem, gozando da real paz dEle, a paz que nos concede estarmos sempre bem e seguros a despeito de qualquer circunstância ao nosso redor.  Nós temos estado bem, gozando dessa maravilosa paz real.
Nossas aulas de albanês ainda não recomeçaram.  Estamos aguardando o aviso da escola para o possível retorno na segunda semana de fevereiro.  Porém, temos buscado praticar todo tempo.  As idas à Zallmner tem nos ajudado nisso, seja acompanhando nas visitas, nos estudos bíblicos, no ensino às crianças ou na escolinha de futebol.  
Nasceu a filhinha do casal de obreiros da terra.  Lea, é uma menina saudável e muito linda.  Pedimos que orem pelo casal, pois, o que sempre se espera aqui é que venha primeiro um menino.  As vezes percebemos uma certa tristeza em Enea, não por ter uma menina, mas pela maneira como as pessoas reagem quando sabem que é uma menina. Que Lea venha ser uma grande bênção nas mãos do Senhor.
Amós fez quatro meses.  Está grande e bem esperto.  Noemi está muito falante, as vezes misturando as línguas.  É uma graça.  Está muito animada com a escolinha.  
Em Zallmner, o trabalho continua com visitas semanais às famílias interessadas no evangelho e àqueles que já aceitaram a Cristo.  Todas as quartas à tarde tem estudo bíblico para para adolescentes e às quintas à tarde estudo bíblico para adultos.  Aos sábados tem escola bíblica para as crianças.
As crianças da escolinha de futebol, por duas semanas, não tem comparecido.  Não sabemos as razões ainda, mas resolvemos mudar para o domingo à tarde.    
Nós temos orado e trabalhando firme no projeto com o qual sonhamos.  É um projeto social onde as pessoas possam ter a oportunidade de fazer cursos de informática, culinária, artesanato, línguas, música (algum tipo de instrumento) e outros.  Além de orientações, especialmente para as mães, de promoção de saúde.
No mais, irmão querido, permaneça firme na obra do Senhor, fazendo àquilo que Ele, o Senhor da seara, colocou em seu coração para fazer.  
Um grande abraço,
Família Missionária na Albânia,
Pr. Hugo, Talvânia, Noemi e Amós

Por favor, ore:
*Pela saúde dos nossos filhos.  Desde outubro que eles tem estado constantemente gripados e com tosse.
*Pela escolinha de futebol, para que haja fruto desse trabalho.
*Pelo projeto no qual estamos trabalhando, para que possa ser concretizado e venha ser de bênção para as pessoas.
*Pela missão em Zallmner, e os obreiros da terra.  Que muitos cheguem ao conhecimento da verdade, entregando suas vidas a Cristo Jesus.