sábado, 26 de maio de 2012


"Um ao outro ajudou e ao seu companheiro disse: Esforça-te." (IS 41:6)



A Bíblia Sagrada é o livro que narra as histórias daqueles que ajudam. 
É o livro que ajuda. 
É o livro dos que ajudam.
É o livro dos que precisam de ajuda.
É o livro que expressa a vontade daquele que ajuda, sem ser um livro de auto-ajuda. 
O Seu objetivo é narrar os atos de ajudar e como ajudar.


Ao que sente prazer em ajudar, a Bíblia exalta e promete recompensar. Ao que é ajudado, ela exorta quanto ao espirito de gratidão a Deus, que é o motivador de todas as ajudas.


Jesus Cristo é o maior exemplo de ajudador, pois, ao vir ao mundo para andar em nossas ruas, dividir conosco do nosso pão, sentir as nossas dores, chorar as nossas lagrimas e morrer a nossa morte, expressou com seu gesto de amor profundo, o seu real interesse em nos ajudar, providenciando aquilo que nós mais necessitamos: a vida eterna.


Ao cumprir seu ministério entre nós, voltou ao Pai e enviou-nos aquele que Ele chamou de Outro Consolador, o Espirito Santo.


Agora o Espirito Santo nos ajuda a crer, a amar, a orar, a servir e especialmente a ajudar.


A presença do Esprito Santo em nós nos leva a agir como Jesus Cristo agiria em nosso lugar. E ao ajudarmos aos outros exercitamos o nosso amor, fortalecemos a nossa fé, estreitamos a nossa comunhão e abençoamos a Igreja e ao mundo.


Precisamos, como discipulos de Cristo, nos despertar para o dom da ajuda, pois assim seremos obedientes à Palavra de Deus, que nos manda ajudar e abençoados por Deus que se alegra em ajudar outras pessoas por nosso intermédio.


Não podemos nos esquecer: "Até aqui nos ajudou o Senhor." (I Sam. 7:12)

Pr. Assis Borges Xavier
Pastor da PIBAraruama - RJ
Publicado no Boletim Dominical em 12/02/2012

POSTADO POR FAMILIA CASTRO ÀS 19:00 0 COMENTÁRIOS  

Nenhum comentário: