quinta-feira, 26 de abril de 2012

OUSAR É PRECISO, 1/2



Ousar é preciso, sabemos.
Ousamos. E realizamos. Podemos fracassar, mas o fracasso pode ser a outra face da ousadia.
Não ousamos e, necessariamente, fracassamos.
Por que, então, às vezes (ou sempre, no caso caso de alguns), não ousamos?
Melhor: quando não ousamos?
Primeira resposta para a nossa ousada falta de ousadia.
Não ousamos quando temos uma expectativa pequena na vida. Podemos até ter uma longa expectativa de vida, sem que tenhamos uma grande expectativa.
Não ousamos quando, tendo alcançado um degrau, sentamo-nos nele como se fosse o mais alto que somos capaz de pisar.
Esta satisfação (conformismo, melhor dizendo) gera um 
desinteresse em ousar.
Quem espera pequenas coisas, alcança pequenas coisas.
Esperemos grandes coisas, se queremos alcançar coisas grande.
(CONTINUA)
Desejo-lhe um BOM DIA.
Israel Belo de Azevedo
Pastor da Igreja Batista Itacuruça
Tijuca Rio de Janeiro

Nenhum comentário: