segunda-feira, 26 de outubro de 2009

PROJETO ARARUAMA 2016 - EU APOIO


As Autoridades Desportivas Brasileiras e Governamentais se uniram aos interesses da indústria, do comércio, dos bens de capitais e serviços para conseguirem um feito histórico e extraordinário: trazer para o Rio de Janeiro os Jogos Olímpicos de 2016.

Para alguns se trata de um acontecimento fantástico. Para outros, uma grande preocupação e, para muitos, uma boa oportunidade de ganhar dinheiro, muito dinheiro.

Quanto a nós, devemos torcer. Que a vitória desses idealistas traga para o nosso Estado um pouco mais de trabalho conforto, melhores condições de vida, de transportes, mais segurança e saúde.
Não só pão e circo!



Em 2016, o prefeito, o governador, o presidente e outras autoridades talvez não sejam mais os mesmos, entretanto, agora, o Projeto Rio 2016, não é mais deles, é do povo brasileiro, e por isso, os compromissos serão honrados e o evento será um sucesso.

Em 2016, o Pastor da PIBA poderá não ser o mesmo de hoje, mesmo assim, quero lançar um grande desafio para a Igreja, muito mais importante do que hospedar jogos, multiplicar medalhas, ou ser a vitrine do mundo.
Quero propor a nossa Igreja que se lance num grande Projeto, que trabalhe, esforce-se, invista tudo o que puder para que em 2016 a nossa Igreja seja uma igreja completamente diferente da que é hoje; uma igreja dinâmica, unida, alegre e atuante em todas as áreas e, especialmente, quanto aos desafios missionários.
Para tanto, neste domingo, quero lançar uma grande campanha, que precisará contar com todos os Ministérios e crentes. Foram estabelecidos alvos bem específicos e claros, tangíveis e ao mesmo tempo, desafiadores.
Creio que será possível se contarmos com o apoio de todos e se começarmos a trabalhar desde já. Será um grande avanço e uma grande vitória para o Povo de Deus nessa cidade.
Vou precisar de seu voto para implementar o Projeto e dar os próximos passos.
Como votar?
Você pegará o envelope apropriado, escreverá o seu nome e o devolverá com uma oferta(simbólica). Com o seu nome você estará declarando: "EU VOTO, EU APOIO". Com sua oferta você estará dizendo: "VOU INVESTIR, VOU DAR DE MIM PARA A MINHA IGREJA ALCANÇAR TODOS OS ALVOS".
Quando 500 envelopes forem devolvidos, significa que a maioria dos irmão apoiaram e que vou poder contar com o apoio da Igreja, para em 2016 chegarmos ao pódio desejado.
ORE... PROMOVA!!
VAMOS TRABALHAR!!
Pr. Assis Borges Xavier
PIBA - Araruama
(esse editorial foi publicado no boletim dominical em 25/10/2009)





Quem eu sou???

Dos pensamentos que tenho citado, um, de Thomas Merton, martela docemente minha mente todas as manhãs:

"Quem sou eu? Sou uma palavra pronunciada por Deus. Pode Deus falar uma palavra que não tenha sentido?"

Espero que esta certeza governe pelo menos suas próximas 24 horas.

Bom dia.

Pr. Israel Belo de Azevedo
Igreja Batista Itacuruçá - Tijuca
Rio de Janeiro

sábado, 24 de outubro de 2009

Pr. ASSIS VIAJA COM AVM EM MANAUS

Pr. Assis com Sarah e o grupo de tradutores

Vocês devem estar se perguntando porque só agora estou contando essa história, não é?
Bom a explicação é simples... me esqueci de contar...

Mas ainda dá tempo, pois muita gente se surpreende quando falo sobre isso, e como foi maravilhoso para Sarah ter o seu Pastor com ela lá em Manaus.

O Pr. Assis foi convidado pela Sarah, em nome da AVM Brasil, a participar da Cruzada Evangelística de Manaus, promovida pela Convenção Batista do Amazonas, e logo após viajar com um grupo de americanos pelas comunidades ribeirinhas, levando conforto físico e espiritual para aquele povo.

Lá ele pode presenciar o trabalho e as ações de Sarah como Missionária, como Diretora de operações da AVM, como colaboradora da Convenção Batista do Amazonas e como ovelha na Igreja Batista Boas Novas.

Pode fazer uma viagem missionária marcante, com experiências maravilhosas (contadas por ele mesmo), "Entrei naquele barco como penetra e saí como Pastor daquele grupo" disse o Pr. Assis.

Foi com orgulho, que ouvimos da Sarah, que os depoimentos dos que conviveram com nosso Pastor, afirmarem que ele é um Pastor conforme o coração de Deus, que é um homem comprometido com Deus a quem Deus deu uma visão de Ministério impar!

Uma Igreja em cada bairro é uma realidade, o Projeto Araruama 2016 um sonho que será compartilhado com a PIBA e levado adiante por cada um de nós. Nosso Pastor é uma benção do Senhor para nossas vidas, sempre zeloso, cuidador, preocupado com os perdidos e com Missões; Tem nos levado a ver que o nosso limite não existe, porque em Deus somos imbatíveis!!

Que Deus conserve o Pr. Assis assim, segundo o coração de Deus, e nós Igreja, lembremos de sustentá-lo com nossas orações a cada minuto do dia!!

Ele é o Anjo do Senhor escolhido a dedo para cuidar de nós e para nós amarmos e orar por ele.

Um grande abraço,
Céa Castro

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Louvor dos homens ou aprovação de Deus??

Vivemos buscando o louvor dos homens, mas a glória que a importa é a aprovação por parte de Deus.
Mesmo que os homens não nos nobelizem, o prêmio que vem de Deus é coroa de louros permanente sobre as nossas cabeças.
Ser aprovado por Deus nos dá confiança e esperança para continuar o que estamos fazendo. Perdemos muito tempo fazendo coisas que levem as pessoas a nos elogiar e amar.
O elogio deve ser conseqüência de uma vida aprovada por Deus. Precisamos saber que o louvor humano de hoje é a reprovação de amanhã.
Matar um leão todo dia para mostrar nosso louvor tem como resultado certo a drenagem de nossas forças.
Devemos sempre fazer o melhor e esperar que Deus se agrade. Quando Ele se agrada, Ele se agrada e é para sempre.
Ele não elogia hoje e retirar amanhã o louvor que nos dá.

Que louvor você anda buscando?
Pr. ISRAEL BELO DE AZEVEDO - Igreja Batista Itacuruçá - Rio de Janeiro

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

TEM BEBIDA ALCOOLICA???

Os estudantes de uma universidade paulista estão em pé de guerra contra a direção da instituição que proibiu o uso de bebidas alcoólicas nas festas do diretório. A queixa da rapaziada é clara a proibição é uma ameaça ao movimento estudantil porque sua sobrevivência financeira vem das festas e sem álcool nas festas ninguém comparece. Ouvi de um pai algo semelhante. Quando seus filhos faziam aniversário, ele dava festas regadas a álcool. A casa enchia. Depois que se tornou evangélico, continuou dando as mesmas festas, mas sem álcool. Os amigos desapareceram. É como se o ser humano não pudesse festejar sem álcool. Triste ser humano que precisa de (pouco ou muito) álcool para se alegrar. Bom dia. Pr. Israel Belo de Azevedo - Pastor da Igreja Batista de Itacuruça, Rio de Janeiro.